Papo de Mãe

Sou mãe de três preciosidades, a Beatriz, o Guilherme e o Rhaul, da primogênita para o caçula… mas hoje falo do Rhaul….

Só eu sei o que vivi até os quase 2 anos do Rhaul… com o peito carregado, febres altíssimas, assaduras que nunca tinha visto antes… enfim, conseguimos passar por tudo e hoje, meu biscoitinho corre descalço, sem camisa, chupa gelo e até pega piolho… kkkk

Compartilho aqui parte da minha saga e, se conseguir aliviar o coração de alguma mamãe, ficarei imensamente feliz.

Foi na gestação do Rhaul que conheci a importância de uma alimentação consciente e, mesmo assim, até próximo aos dois anos ele teve muito “peito chiado”, como dizem os mais antigos. Começava com o nariz escorrendo, rapidamente chegava a febre altíssima e aparentemente sem fim, muita tosse, não comia quase nada e pronto… mais antibiótico. Esse pesadelo era praticamente todos os meses…

Eu ficava inconformada, porque me dedicava ao máximo para que ele e todos de casa tivessem uma alimentação livre de açúcar, aditivos, conservantes e que contivesse muitas frutas, verduras e legumes orgânicos… e mesmo assim, mal ele terminava o antibiótico, para o meu desespero, lá vinha o nariz escorrendo novamente.

E foi quando o Rhaul saiu de uma pneumonia (essa foi a última vez que ele tomou antibiótico), o pediatra homeopata, que eu já conhecia há 13 anos, disse que devido a quantidade de antibiótico que ele havia tomado, a imunidade dele estava muito baixa e, precisaria fazer um tratamento (com mais produtos da indústria farmacêutica) para aumentar a imunidade. Nesse dia eu tive uma atitude extremamente radical, por minha conta e risco, é preciso que isso fique claro.

Parei de levar ao pediatra e, conversando com um amigo chamado Aécio, ele começou a me explicar sobre os benefícios do limão. Essa informação é facilmente encontrada em vários sites, mas eu gosto muito deste. Basicamente funciona da seguinte forma:

Uma alimentação inadequada e com muitas toxinas, deixa o sangue ácido que leva a um sistema imunológico fragilizado, sendo propício as doenças. O limão e alguns alimentos alcalinizam o sangue, favorecendo o equilíbrio metabólico e a eliminação dos resíduos tóxicos.

Apesar dos cuidados que eu já tinha com a alimentação, ainda desconhecia muitas informações.  (Em minha casa não faço a terapia do limão que o site fala, deixo minha receita no final do texto para quem tiver interesse).

Então pensei, se dou antibiótico em uma seringa com o Rhaul aos berros, por que não fazer o mesmo com o limão? E foi assim que a água com limão passou a fazer parte da vida de todos aqui em casa até hoje.

Já que teria que fazer o tal tratamento para aumentar a imunidade, segundo o pediatra, decidi fazer por conta própria um que julguei mais adequado ao que eu acredito. Então iniciei mais pesquisas em busca de alimentos que aumentassem a imunidade… descobri o caqui e o inhame. Bom, vocês podem imaginar o que aconteceu com a alimentação do Rhaul… foi inhame de todas as formas… danoninho de inhame, leite de inhame, vitamina de inhame, feijão com inhame, e por aí vai… E para minha alegria, o Rhaul amou de paixão o caqui!!!! Ele comia 2 por dia e hoje, com 3 anos ele come 4 por dia, quando está na época, claro.

Passei a deixar a febre por mais tempo, controlando apenas com compressas e banho, só na hora de dormir que dava o antitérmico para que ele pudesse dormir bem e descansar o corpinho. Confesso que o início foi assustador, eu tinha muito medo de não estar sendo uma boa mãe… mas, ao mesmo tempo já havia chegado ao meu limite com os antibióticos, não suportava mais dar remédios para ele… sentia que estava prejudicando ao invés de ajudar meu bebê.

Para minha alegria com esses 3 ingredientes, limão caqui e inhame, permitir que a febre fizesse o papel dela e, continuar com as outras medidas de limpar constantemente o nariz, batidinhas nas costinhas com a mão em forma de concha… essas medidas que todos os pediatras indicam… o Rhaul passou a se recuperar rapidamente de cada resfriado que chegava ao ponto de não precisar tomar nenhum remédio!!! Pois até a homeopatia o pediatra já havia suspendido com o uso dos antibióticos.

 Fui rapidamente compartilhar com meu amigo Aécio sobre a melhora visível do Rhaul e, ele me trouxe mais um ensinamento… dessa vez, sobre o leite de vaca. Explicou-me que nós seres humanos, não precisamos desse leite, que ainda por cima está cheio de antibióticos. O único leite que precisamos, é o materno até os dois anos, ou até as mamães e crias decidirem (essa parte foi comentário meu mesmo). Ele me sugeriu que tirasse o leite de vaca, pelo menos durante um resfriado, que já iria diminuir a produção de catarro. E eu, como uma mãe em desespero decidi fazer a experiência.

Como cresci ouvindo sobre a importância do cálcio e, que era encontrado em maior quantidade no leite de origem animal, busquei onde mais poderia encontrar cálcio e, percebi que poderia tirar o leite sem problemas já que existe uma infinidade de alimentos ricos em cálcio (brócolis, espinafre, aveia, couve, laranja…). Tirei foi de vez, o leite de vaca da alimentação do Rhaul, pelo menos em casa. Porque na creche não foi possível, mas, até hoje mando ele de barriguinha bem cheia para que não sinta fome na hora do café da manhã servido por lá.

E com essas medidas mais radicais, em conjunto com outras que compartilharei com vocês em outra postagem, o meu biscoitinho Rhaul nunca mais tomou remédio algum. E só levo ao pediatra a cada 3 meses para pesar, medir, fazer os exames anuais e ouvir que ele está excelente.

Hoje tenho uma alimentação vegetariana (100% de origem vegetal), mas… isso também será assunto para outra postagem.

 

Receita da água com limão

Ingredientes:

1/4 de limão com casca e sementes

200ml de água filtrada

Preparo:

Bater no liquidificador, coar e tomar

*Em casa faço 1 limão com 800ml de água, eu o marido e meu pai tomamos 1 copo cada. Para o Rhaul iniciei com 5ml e fui aumentando aos poucos, hoje ele toma 30ml por dia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s